facebook pixel

Uromonitor

UROMONITOR

Vigilância Não-Invasiva de Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo

Saiba mais

Grupo Germano de Sousa

Realizado nos laboratórios do Grupo Germano de Sousa

Saiba mais

Resultados

Elevada Sensibilidade e Especificidade

Saiba mais

Teste Não-invasivo

Colheita fácil

Saiba mais
/

UROMONITOR

Vigilância Não-Invasiva de Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo

Uromonitor - Germano de Sousa
Teste realizado nos laboratórios do Grupo Germano de Sousa
Uromonitor - Germano de Sousa
Teste Não-Invasivo
Uromonitor - Germano de Sousa
Elevada Sensibilidade e Especificidade
Uromonitor - Germano de Sousa
Colheita fácil

À procura de métodos alternativos de vigilância activa em Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo.

O cancro da bexiga (BCa) é o décimo tipo de cancro mais comum em todo o mundo, com 549.393 novos casos diagnosticados em 2018. A doença pode ser dividida em dois subtipos: Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo (NMIBC) e Cancro da Bexiga Músculo Invasivo (MIBC). No início do diagnóstico aproximadamente 75% dos pacientes são diagnosticados com NMIBC, maioria dos quais serão reincidentes após o diagnóstico, mesmo após tratamento adequado.

A progressão da doença nos casos com NMIBC ocorre em até 20% dos pacientes, com maior risco para os que têm carcinoma in situ (CIS) e/ou tumores de estadio T1 (T1HG).

Devido às elevadas taxas de recorrência e ao risco de progressão da doença, frequentemente é necessário uma vigilância regular em intervalos de 3 meses a um ano, que podem durar vários anos, ou mesmo, toda a vida. Atualmente, a vigilância de pacientes com Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo, consiste em  exame endoscópico da bexiga (cistoscopias), combinadas com a citologia da urina. Os resultados das cistoscopias são, por vezes, ambíguos e a auxiliar citologia de urina tem uma sensibilidade particularmente baixa em tumores reduzidos (16%). Estes esquemas extensivos são dolorosos para o paciente e têm custos elevados, fazendo da BCa o cancro mais dispendioso.

Há alguns anos que se procura um método melhor e menos invasivo de seguimento de doentes com NMIBC. Uma forma, com potencial, de melhorar o regime atual, pode ser através da introdução de biomarcadores urinários, quer como um acréscimo, ou como uma substituição (parcial) dos métodos atuais.

Recentemente, uma equipa de investigadores portugueses do IPATIMUP, desenvolveu uma alternativa promissora, à qual o Grupo Germano de Sousa se associa como laboratório de referência na realização dos testes, em Portugal – o teste UROMONITOR.

O que é Uromonitor?

Uma solução fiável e não-invasiva (realizado em amostra de urina) validada na vigilância ativa de pacientes com cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo, assim como no contexto de primeiro diagnóstico, independentemente do estado e do grau do tumor.

Baseia-se na deteção de biomarcadores moleculares presentes em células tumorais de cancro da bexiga, encontradas na urina. O teste consiste na análise de mutações-alvo em três genes (TERT, FGFR3 e KRAS), usando Real-time qPCR. O teste tem elevada sensibilidade analítica (deteta >=7 alelos mutados por cada 1000 normais), permitindo aferir a recorrência da doença, com elevada sensibilidade (>93,1%) e especificidade (>85.4%).

É o complemento ideal no seguimento de doentes sob vigilância para cancro da bexiga não-músculo invasivo, permitindo reduzir o número de cistoscopias realizadas, o desconforto para os pacientes e melhorando a sua qualidade de vida.

Estudos demonstraram que o Uromonitor reduz os custos médicos em 50%.

Pode ser usado para detetar o tumor em pacientes sob vigilância ou com hematúria, auxiliar à cistoscopia e citologia de urina.

Vantagens

 
uromonitor

Grupo Germano de Sousa

Teste realizado nos Laboratórios do Grupo Germano de Sousa, que garante acompanhamento por uma equipa de especialistas.

uromonitor

Resultados

Resultados com elevada sensibilidade e especificidade.

uromonitor

Biomarcador TERT

Mutações do promotor TERT, detectadas em até 80% dos casos de pacientes com cancro de bexiga, independentemente do estado ou do grau.

preço acessivel

Teste realizado nos Laboratórios do Grupo Germano de Sousa

O teste é realizado nos Laboratórios do Grupo do Grupo Germano de Sousa, garantindo a rapidez, excelência de resultados e o acompanhamento por uma equipa de especialistas, sempre disponíveis para discussão de casos clínicos.

Uromonitor - Germano de Sousa
preço acessivel

Resultados com elevada sensibilidade e especificidade

Estudo multicêntrico sobre pacientes com NMIBC no seguimento do teste mostrou resultados promissores com sensibilidade, especificidade e NPV de, respectivamente, 100%, 83,8% e 100% num subgrupo de 24 pacientes recorrentes.

Estudo multicêntrico europeu, que contou com o maior especialista da área, o Dr. Alfred Witjes (Department of Urology, Radboud University Nijmegen Medical Center), envolvendo 97 pacientes elegíveis, relevou que o Uromonitor, em pacientes com NMIBC apresentou uma sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (PPV) e valor preditivo negativo (NPV) de, respectivamente: 93,1%, 85.4%, 79.4% e 95.3%.

Artigo 1 Artigo 2

preço acessivel

Teste Não-invasivo de fácil colheita

O teste é realizado em amostra de urina. Um kit de filtração de urina é disponibilizado gratuitamente e os filtros são enviados à temperatura ambiente. A amostra pode ser enviada para o laboratório por correio, ou entregue em qualquer posto de colheita do Grupo Germano de Sousa.

uromonitor
preço acessivel

Utiliza marcadores incluídos nas Guidelines Internacionais

Diversos estudos comprovam que mutações específicas nos genes TERTp, FGFR3 e KRAS  e encontradas nas células da bexiga em suspensão na urina são indicadores fiáveis da presença de NMIBC:

  • As mutações do promotor TERT surgiram como um novo biomarcador detectado em até 80% dos casos de pacientes com cancro de bexiga, independentemente do estado ou do grau. (Rachakonda et al., 2013; Allory et al., 2014; Hurst et al., 2014; Hosen et al., 2015). As mutações TERTp assumiram um novo papel central, superando até a frequência das mutações ativadoras de oncogene FGFR3 (fibroblast growth factor receptor 3) no NMIBC, um dos fatores mais relevantes da transformação urotelial (Adaptado de: Netto, 2011; Humphrey et al., 2016).
  • Cappellen et al. relataram mutações no FGFR3, com uma frequência de 35%,  em pacientes com cancro de bexiga e estudos subsequentes estabeleceram essa frequência em aproximadamente metade dos tumores primários da bexiga (Cappellen et al., 1999; Sibley et al., 2001). Vários estudos relatam a presença mutações no FGFR3 em até 80% em tumores em estágio inicial e de baixo grau e como ausente, ou como um evento muito raro, em tumores invasivos e de alto grau. (Billerey et al., 2001; van Rhijn et al., 2003; Hernandez et al., 2006; Tomlinson et al., 2007; Pandith et al., 2013). O FGFR3 também assume um papel importante como biomarcador preditivo devido ao desenvolvimento de terapias direcionadas ao FGFR3.
  • As mutações no KRAS, embora encontradas em uma percentagem mais baixa (11,5%) do cancros de bexiga, ocupam agora posição relevante, pois a deteção de mutações no KRAS em conjunto com as alterações anteriores poderão melhorar a sensibilidade de um painel de biomarcadores (Alexander et al., 2012).

O teste Uromonitor foi reconhecido e considerado pela comunidade cientifica como uma excelente alternativa para seguimento de pacientes previamente diagnosticados com Cancro da Bexiga Não-Músculo Invasivo num artigo cientifico que foi imagem de capa numa revista internacionalmente reconhecida (Diagnostics). 

Ver TabelaArtigo 1Artigo 2

preço acessivel

O teste pode ser realizado independentemente do estado ou grau do tumor

As mutações do promotor TERT surgiram como um novo biomarcador detectado em até 80% dos casos de pacientes com cancro de bexiga, independentemente do estado ou do grau. (Rachakonda et al., 2013; Allory et al., 2014; Hurst et al., 2014; Hosen et al., 2015).

uromonitor
preço acessivel

Redução de custos de vigilância

Estudos demonstraram que o uso de testes de vigilância não invasiva, como o Uromonitor reduz substancialmente os custos médicos, pela redução de necessidade de realização de Cistoscopias.

Saiba mais aqui

preço acessivel

Resposta rápida

Os resultados são entregues em 5 dias úteis. A realização dos testes nos Laboratórios do Grupo Germano de Sousa, garante uma resposta rápida, para uma atuação atempada.

preço acessivel

Requisitar o teste

  • Para a realização do seu teste precisa de uma requisição médica.
  • Levantamento de kit em Posto do Grupo Germano de Sousa.
  • No interior do kit poderá encontrar o material de recolha e o as instruções de colheita.
  • Entregue a amostra num Posto do Grupo Germano de Sousa com requisição médica.

Instruções de colheita

Requisição Tumores Sólidos

uromonitor kit

Se tiver alguma questão adicional:
Envie-nos um email para genetica@germanodesousa.com
Ligue para 210 416 538

uromonitor