facebook pixel

Doença Celíaca

Prevalência na População Europeia 0,5-1%
Ratio Mulher / Homem 3:1
Haplotipo Genético HLA DQ2 (95%)/DQ8 (5%)
Anátomopatologia Atrofia Vilosa

Quadro Clínico

Alterações gastro-intestinais

  • Diarreia crónica com esteatorreia
  • Cólicas Abdominais
  • Síndrome de Má Absorção
  • Anemia ferropénica, palidez
  • Atraso de crescimento
  • Deficit ponderal
  • Astenia
  • Alopécia
  • Neuropatia (ataxia cerebelosa/medular)
  • Estomatite aftosa
  • Osteoporose
  • Insuficiência gonádica (infertilidade e amenorreia)
  • Atraso no desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários
  • Dermatite Herpétiforme
  • Cãimbras e tetania

Quadro Laboratorial

Diagnóstico

(a executar nos doentes a fazerem dieta com glutén)

Em doente com menos de 5 anos 1

  • Ac.Anti-Gliadina (AGA) IgA (S> 90%; E>85%)
  • Ac.Anti-Gliadina (AGA) IgG (S>90% ; E>88%)
  • Ac.Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgA (S>91%; E>99%)
  • Ac.Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgG (se suspeita déficit IgA)

Em doente com mais de 5 anos

  • Ac.Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgA (S>91%; E>99%)
  • Ac.Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgG 2 (se suspeita déficit IgA)

Monitorização

(a executar em doentes a fazerem dieta sem glutén)

  • Anticorpo Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgA (S>91%; E>99%)3
    ou
  • Anticorpo Anti-Gliadina (AGA) IgA (S>90%; E>85%)4

Proposta de Algoritmo Diagnóstico

Doença Celíaca

1. A seroconversão para tTG IgA só ocorre geralmente depois dos 4-5 anos, pelo que devem ser executados os AGA (IgA e IgG). Por outro lado podem ser encontrados níveis elevados transitórios de tTG IgA, em idades pediátricas, sem presença de Q.C., pelo que devem ser monitorizados.

2. O risco de Doença Celíaca é cerca de 10-20 vezes superior em doentes com déficit de IgA do que na população normal.

3. O Anticorpo Anti-Transglutaminase tissular (tTG) IgA é muito útil na monitorização da terapêutica, para além de o ser no diagnóstico. O seu valor pode normalizar cerca de 6-12 meses depois de iniciada a dieta. Os níveis de tTG não se correlacionam com a reparação da mucosa intestinal.

4. O Anticorpo Anti-Gliadina (AGA) IgA, é útil na monitorização da terapêutica. O facto de poderem ser encontrados em doentes saudáveis, limita o seu valor diagnóstico. O seu valor pode normalizar cerca de 3 a 9 meses depois de iniciada a dieta. Para monitorizar doentes com deficit de IgA, o AGA IgG é mais recomendado que o tTG IgG.

Faça o download do folheto

Se tiver alguma questão adicional:
Notícias Relacionadas:

Artigos Relacionados: