Dislipidémias

VOLTAR

Novos caminhos


Doença cardiovascular

  • A Doença Cardiovascular é a primeira causa de morte em Portugal.
  • É responsável por cerca de 40% de todos os óbitos ocorridos em território nacional.
  • A Organização Mundial de Saúde prevê que até 2020, as Doenças Cardiovasculares continuem a aumentar.

Os Lípidos e as Lipoproteínas têm forte associação com as Doenças Cardiovasculares e nomeadamente com a Doença Coronária Aguda.


o que são as lipoprotreínas

Os Lípidos (O Colesterol, os Triglicéridos e os Fosfolípidos) não circulam livremente no plasma. São transportados em partículas chamadas Lipoproteínas.

As Lipoproteínas variam em tamanho, densidade e composição química.

Existem 5 classes de Lipoproteínas:

  • Quilomicrons
  • VLDL (very low density lipoprotein)
  • IDL (intermediate density lipoprotein)
  • LDL (low density lipoprotein)
  • HDL (high density lipoprotein)

Dislipidemias

Composição das LDL

  • As subclasses LDL 1 e 2 (maiores e menos densas) são o LDL não aterogénico. São responsáveis pelo transporte do colesterol pelo corpo.
  • As subclasses LDL 3 até 7 (pequenas e densas) são o LDL aterogénico. São facilmente oxidados e promovem a doença cardiovascular.
  • Níveis de LDL normais nem sempre são indicativos de baixo risco cardiovascular.
  • A presença das subclasses 3 até 7 condicionam um risco 3x aumentado para eventos cardiovasculares, mesmo com níveis normais de LDL.

Electroforese das lipoproteinas em gel de poliacrilamida (ELGP)

Identifica até 12 bandas de lipoproteínas que são separadas de acordo com o seu tamanho.

(1 vldl, 3 idls, 7 ldls e 1 hdl)

Dislipidemias


Benefícios do perfil ELGP

  • Único teste diagnóstico aprovado pela FDA para a separação e quantificação das subfracções do LDL-C.
  • Quantifica o colesterol (mg/dL) até 12 fracções e subfracções de Lipoproteínas.
  • VLDL - associada a hipertrigliceridémia.
  • Mid A, B, e C (IDL e VLDL remanescentes). Risco aumentado de Doença Cardiovascular.
  • LDL 1 e 2 - associadas com hipercolesterolémia.
  • LDL 3 até 7 - associadas com um aumento 3x de Doença Cardiovascular.
  • HDL - Colesterol inferior a < 40mg/dl nos homens e < 50mg/dl nas mulheres é factor de risco cardiovascular.

Dislipidemias

Exemplo 1: Lipoproteinograma do tipo A sem sub-fracções aterogénicas, apesar de CT e C-LDL aumentados.

Dislipidemias

Exemplo 2: Lipoproteinograma de tipo não A, com sub-fracções aterogénicas LDL 3,4, 5 e 6, apesar de CT e C-LDL baixos.


a ELGP permite escolher terapêuticas individualizadas

Diferentes perfis requerem diferentes tratamentos

  • As estatinas reduzem os níveis de Colesterol total e o número de partículas de lipoproteínas.
  • A niacina e fibratos mudam a distribuição das partículas: de pequenas e densas para as maiores e menos aterogénicas.
  • Terapia combinada

Dislipidemias


A ELGP permite monitorizar a eficácia temporal da terapêutica

Dislipidemias

Antes do tratamento

Dislipidemias

Depois do tratamento


Electroforese das lipoproteinas em gel de poliacrilamida (ELGP)

Deve ser utilizado e valorizado:

  • No estudo das dislipémias da diabetes,
  • No estudo do sindroma metabólico,
  • Na doença coronária,
  • Nos doentes com história familiar de dislipémia,
  • Nos doentes com “score” de cálcio coronário imagiológico elevado,
  • No controlo da terapêutica antilipemiante, para avaliar a eficácia da terapêutica com estatinas e a junção ou não de fibratos ou de niacina+laropiprant.

Faça o download do folheto

Se tiver alguma questão adicional envie-nos um email para secretaria@germanodesousa.com ou ligue para 800 209 498.